Tuesday, March 01, 2005

Quando vem do amor

Quando vem do amor
Não dá nem pra não ver
Ver a luz que pintou
Se pintou bem querer
Não dá nem pra não ser, ai
Quando vem do amor

Vem ser bom sinal na minha vida
Puro cristal do meu desejo
Beijo de luz, mais pura força
Força vital da natureza
(ronaldo bastos/luís pedro fonseca)
álbum Lusitânia, 1984

3 comments:

chOURIÇO said...

A interpretação que eu vi desta música no Hot é fantástica.

Mexe mesmo com as pessoas. Comigo, pelo menos, mexeu.

Vamos lá pôr isto em disco.

:)*

lena said...

vamos, pois

;)*

Menina_marota said...

Isso mesmo!!
Porque depois, quero colocá-la no meu Blog!
Abraço e bom fim de semana :)