Monday, June 26, 2006

trabalhar p'ra ganhar a vida ao vivo 1991


mário delgado - gtr
tomás pimentel - teclas
paulo jorge ferreira - bx
alexandre frazão - bateria
som - cordeiro
18maio91 aveiro

12 comments:

palmira sá said...

Conheci este blog, através duma amiga comum. Nem imaginas o qto a tua música, a tua presença na Tv me ajudou.... Qto "voei" ao ver-te.... Lembro-me q uma ocasião estava tão em baixo que foste tu q me salvaste. A tua forma de expressar transmitiu-me força para a vida. Fiquei feliz qdo soube q ainda cantavas e q pessoalmente eras mto melhor. Força Lena e obrigada por um dia me teres salvo do precipicio. Desculpa mas eu tinha q dizer isto. Um dia, quem sabe, se eu tiver a honra de te conhecer vais compreender estas palavras. Força miúda.
Assina: Palmira Sá
sapalmira@hotmail.com (mais conhecida nos chta's por bruxa do porto)

lena said...

:)*

Trilby said...

Parabéns, amiga! Notícia e fotografia no Expresso! E ainda por cima dizem muita bem de ti! E falam do teu papá e do teu irmão. Fiquei roidinha de não ter podido ir :(
Beijocas :)

bissaide said...

Olá, Lena. Com muita pena minha, não pude também estar no concerto no Maxime... Parabéns atrasados! Da outra vez que aqui escrevi não me apresentei, disse-te apenas que vinha do blog do Aristides, e nós até já falámos uma vez: não te lembrarás talvez, mas na Feira do Livro de Lisboa de 1998 meti conversa contigo, falámos nos Beatnicks, disse-te que andava na Faculdade de Letras e tu referiste-me que a tua filha Sara também lá estava. O que te vinha perguntar desta vez era se me consegues ajudar a contactar o Luís Pedro Fonseca: disseram-me há semanas que ele já não tinha os estúdios Xangri-Lá, e agora não sei como o posso contactar... Obrigado pela ajuda que puderes dar!

lena said...

luispedro@xangrila.pt

ele fez uma operação no dia 23, ainda está a recuperar, mas este é o mail que ainda usa

bissaide said...

Obrigado! Ok, vou esperar uns dias. Espero que tenha corrido tudo bem. Quando puderes, dá um "passeio" ao meu blog - não o actualizo com a regularidade que gostaria, mas já tem algumas coisas sobre música, literatura e cinema português.

onan said...

oh, "trabalhar p´ra ganhar a vida" uma das minhas canções preferidas de sempre. e também uma das que mais ouvi na vida. muitas vezes, quando estava/estou muito triste por ir ter de fazer um trabalho adverso para sobreviver e, no caminho, tinha/tenho vontade de rebentar num pranto por viver num país em que ser-se um artista é quase o mesmo que se ser indigente, trauteio para comigo a letra. enquanto sonho com a tal cautela (que sobre a forma de trabalho aprazível, oportunidades, amor) me dê, antes do fim da novela, a minha parte da taluda.

um beijo grande leninha.

lena said...

tá, lado bê ;)

outro beijo, onan:)

AmigaTeatro said...

Tantas e tantas vezes que ouvi (oiço!!) esta música...

Mas agora o que se ouve mesmo é 'olhó robot', lá no portugal no coração ;D

Beijito, ó perna boa :D*

Anonymous said...

Lena bigadão por continuares a cantar para nós...es uma kida,continua!!!esta musica é linda
jinhos grandes
porta-te!!!
XT.

Flor Gomes said...

Olá Lena, que feliz que fico por saber que continuas a cantar. Foste fonte de inspiração na minha adolescencia, andavas sempre nas nossas cassetes. Fiz com as minhas amigas espectáculos de variedades onde incluíamos play back de Sempre que o amor me quiser. Era espectacular, todo o público conhecia e cantava e nós éramos muito felizes contigo. Quando poderes dá um salto ao meu blog florcor.blogspot.com para veres um pouco do que eu faço, ficava muito feliz com a tua visita. Obrigada, Flor Gomes

Flor Gomes said...

Adorei saber que continuas a cantar, foste fonte de inspiração para coisas boas na minha adolescencia.Andavas sempre nas minhas cassetes. Fazia espectáculos de variedades com as guias e fazia o play back de sempre que o amor me quiser, toda a gente conhecia e cantava. Era Lindo!Que saudades! Quando for possível visita o meu blog: florcor.blogspot.com para veres um pouco do que faço. Adorava ter um comentário teu. Um beijinho com votos de sucesso, Flor Gomes