Sunday, December 03, 2006

essa mulher

composição de joyce/ana terra

lena e mário laginha, 1989 álbum tu aqui 2º take :)

10 comments:

AmigaTeatro said...

Uma das músicas que eu gosto muito.
E fica bonita assim: em português de Portugal! :D

Beijinho*

M.M. said...

Que versão lindíssima.
A sua voz fica muito bem aqui, assim. :-)

lena said...

:)

Mauro Hall said...

O que é feito de ti miuda? Ainda gora te estou a ouvir no "vigarocávigarolá" que voz, aparece e diz alguma coisa, Portugal precisa de ti
maurohall@hotmail.com

andré costa said...

que suavidade, é tão bom ouvir-te....

TsiWari said...

linda, linda esta versão---que eu não conhecia.

***

lena said...

:)***

poemusicas said...

A natureza sempre imperiosa. Parece icólume ao que lhe fazem. Cada Ipê que resta, sozinho é um mundo, em sua parte necessária. Eu desconfio da preferência de Deus se o homem isoladamente, ou se a natureza, da mesma forma. Ou os dois. Mas a quem Ele fez primeiro?

Um beijo

Naeno

joãozinho said...

lena, arranja um myspace!

rosa said...

minha querida Lena D´Água:
admiro-a muito por toda a coragem,força e luta que mostra perante as adversidades do seu caminho.
leio a sua vida em publicações que vou encontrando e ao acaso descobri o seu blog.
sou sua fã fervorosa desde há muitos anose sei que a sua vida também não tem sido um mar de rosas não!!!!!!
quem me dera ter a sua coragem e força para viver!!!
deixo-lhe um beijo e desejo-lhe um 2007 com muita saude,paz,amor e muito trabalho.
rosa fernandes---marevazia@iol.pt