Sunday, August 31, 2014

É ao mar que eu pertenço

SOM


Sei que pertenço ao céu azul

Sei que pertenço ao sol e ao sul
Estou na preguiça que produz
Figos maduros, vinho e luz

Olho este e mundo e no olhar
Sei que pertenço à cor do mar

Tenho palmeiras sob a pele
Lume no peito, noite e mel
Rasgo o silêncio à beira cais
Pronta a partir na paz dos corais

Olho este mundo e no olhar
Sei que pertenço à cor do mar
Cor, a que for do mar

Sei que pertenço à pedra cal
Verde segredo, peixe essencial
Estou no mistério do rumor
Do corpo a arder na guerra do amor

 

José Fanha / Luís Pedro Fonseca

In Lusitânia, Lena d’Água 1984

1 comment:

António Nunes said...

Esta musica e letra é do mais sublime que foi feito no nosso País.